quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Jovens protestam contra a violência em Alagoas


Reproduzo aqui, texo da camarada Diretora da UNE Claudia Petuba:


Na tarde desta quinta, 22/12, participei de ato contra a violência. Centenas de estudantes, secundaristas e universitários, reuniram-se em frente ao Palácio República dos Palmares, no Centro de Maceió, em Ato Público contra a violência em Alagoas. Participaram da manifestação movimentos de juventude, partidos políticos e entidades estudantis. 


Na ocasião a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudante Secundaristas (UBES) lançaram a campanha "Violência não, sou mais Educação". Propondo que sejam realizados investimentos maiores em educação que possam garantir melhorias e o fortalecimento da rede estadual de ensino para combater a violência. Que não apenas sejam realizados concursos públicos para a área da segurança pública - que já será um grande avanço para o estado que é conduzido com uma política neoliberal e privatista - mas que professores e trabalhadores sejam contratados para as escolas e universidades da rede estadual, garantindo ampliação que permita a todos os jovens alagoanos ter acesso à educação pública.

Os índices alagoanos que medem a violência são comparados ao de países em guerra e os índices educacionais ao de países africanos com guerras civis. Situação que tem se agravado a cada dia perante a ausência de iniciativas do governo do estado, que a cada novo fato diz não saber o que fazer para combater a violência e recorre ao Ministério da Justiça e outras esferas do governo federal. O clima de caos tem predominado na capital após uma série de arrastões e ônibus incendiados por criminosos.

"O problema da violência não será resolvido se for tratado apenas como uma questão de segurança pública, a violência cresce a cada dia em Alagoas pela precária realidade da educação pública em nosso estado, campeão em analfabetismo, escolas sucateadas e professores mal remunerados", comentou o novo diretor da UBES em Alagoas, Dário Rosalvo.

Os estudantes ainda bloquearam a rua de acesso ao Palácio e deitados na pista lembraram dos jovens vitimados pela violência em Alagoas. A campanha já tem tido adesão de outras entidades, que unidas cumprirão agenda de visitas a escolas, universidades e entidades sindicais. É prevista a realização de outros atos e manifestações.

"Este foi um grande e importante ato pra Alagoas, e espero que seja o primeiro de muitos, pois, o governador precisa dá um basta nesta onda de arrastões que veem crescendo em nosso estado. O que faz com que muitos jovens saiam das escolas pra irem às ruas se envolverem com drogas, se meterem com arrastões, assassinatos, etc. é a falta de uma escola de qualidade, uma escola que chame a atenção do aluno, é falta de políticas públicas e de um governo comprometido com o povo".
                                                                                                                                          Dário Rosalvo

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

OCUPE BRASÍLIA


Como falei em uma postagem mais antiga (clique aqui para vê-la), os jovens não podem esperar de braços cruzados o desenvolvimento de seu país, e sim, correr em busca desse desenvolvimento. Foi isso que cerca de 300 jovens de todos os estados do Brasil fizeram na última semana (06 a 14/12/2011).
Depois de um grande e vitorioso congresso da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), foi convocado um grande ato denominado ”OCUPE BRASÍLIA”, onde vários estudantes acamparam em frente ao congresso nacional com várias pautas de reivindicações, dentre elas: meia entrada para os estudantes na copa de 2014 e nas olimpíadas de 2016, 10% do PIB e 50% do pré-sal pra educação, aprovação imediata do estatuto da juventude, etc...


Dep. Manuela D'ávila (PCdoB-RS), eu e Dep. Luciana Santos (PCdoB-PE)

ORGANIZAÇÃO DO ACAMPAMENTO       

Foram criadas várias comissões de organização do acampamento: Comissão de cultura, agitação, formação, limpeza e saúde. E dessa forma mantivemos nosso acampamento de pé e muito bem organizado conseguindo desmentir o que muitos falam por aí sobre o movimento estudantil.
Durante o dia tínhamos uma agenda lotada, nos dividíamos em grupos. Uma parte ia ào Congresso Nacional ver as votações, as seções, enquanto outros faziam pedágio com os parlamentares de seus estados para podermos manter o acampamento. Outro grupo ficava no acampamento para que a polícia não aproveitasse que não tinha ninguém e destruísse tudo. Eram dias repletos de debates sobre variados temas, visitas de parlamentares que apoiam nossa causa, como: Manuela D’avila (PCdoB-RS), Luciana Santos (PCdoB-PE), Alice Portugal (PCdoB-BA), Marco Maia (PT-RS) entre outros.

Estudantes estram no espelho d'água
 
ATOS

Os últimos dias foram emocionantes (risos), foi quando os estudantes decidiram entrar no espelho d’água, e em protesto porque a votação do estatuto da juventude foi adiada de novo os estudantes jogaram uma partida de futebol no salão azul dentro do Congresso Nacional.

CONQUISTAS

Depois de anos de muitas mobilizações, debates e com esse grande acampamento conseguimos aprovar na comissão de educação do senado os 50% do fundo social do pré-sal pra educação.

Infelizmente as votações do PNE (Plano Nacional de Educação) e do estatuto da juventude foram adiadas para o inicio do próximo ano, mas conseguimos o apoio de muitos parlamentares que se comprometeram com a luta dos estudantes na hora de votar nossas propostas ano que vem.

Acredito que esse foi um grande e importante momento para juventude brasileira, um momento que ficará marcado na história desse país.


AVANTE JUVENTUDE!!!

domingo, 18 de dezembro de 2011

Carta dos estudantes ao governador de Alagoas

Alagoas, estrela radiosa,
Que refulge ao sorrir das manhãs,
Da República és filha donosa,
Magna Estrela entre estrelas irmãs.


 Governador Téo Vilela, o senhor acaba de assumir o seu segundo mandato e Alagoas está se acabando em meio a tanta violência.
Se a vossa excelência, que foi eleito pelos alagoanos para representar nosso estado não apresenta soluções a essas ondas de ataques que Alagoas vem sofrendo, quem irá apresentar soluções? Pois, acredito quando o senhor foi candidato ao governo do estado o senhor apresentava propostas para combater a violência em nosso estado. Gostaria que ficasse bem claro que tudo isso que vem acontecendo em nosso estado é reflexo da FALTA DE EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, FALTA DE SEGURANÇA e FALTA DE ASSISTENCIA SOCIAL AS COMUNIDADES.
As semanas como bem sabem tem sete dias e são sete dias de pura correria e trabalho onde pais e mães vão trabalhar para poderem da uma vida digna a seus filhos, mas diante dessas situações onde as pessoas saem de suas casas e não sabem se voltam, onde correm o risco de serem vitimas de assalto, vitimas de bala perdida. O que fazer? Como agir?
É arrastão nos bairros, ônibus e nos lugares onde tem maior concentração da população, onde mais acontecerão essas ações que aterrorizam a população alagoana?

 Governador, temos pai, mãe, irmãos, parentes e amigos, que estão espalhados por todos os cantos do estado trabalhando em busca de uma vida melhor. Não é justo que essas vidas, nossas vidas sejam colocadas em risco por falta de segurança.
Governador,  queremos segurança e não promessas de  segurança para  próximos anos. Queremos já!


Por: Daiane Correia


Fonte: http://daiiiy-adolescentesempre.blogspot.com/2011/12/carta-ao-governador-de-alagoas.html

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

BRASIL, RUMO A VITÓRIA

 
                Vivemos em um país cheio de incertezas, de corrupção e de problemas a serem superados.
                
                Somos atacados diariamente pelos bombardeios capitalistas daqueles, que persistem com a idéia de tomar o poder e aplicar em nosso país as políticas neoliberais. Pessoas, que já tiveram o poder em mãos e mostraram que não estão pra brincadeira.
                
                As pessoas hoje se vêem muito divididas, muitas optam pelo capitalismo, muitas optam pelo comunismo, enquanto outras ficam em meio às duas opções (umas por acreditarem que as duas se completam, e outras por não saberem qual caminho seguir). Acredito eu que o melhor é o comunismo.
                
                 Levanto essa bandeira, por acreditar que o comunismo abre as portas pra sociedade e dá ao cidadão o direito de contribuir com o crescimento do nosso país. Infelizmente, quem luta hoje por um Brasil justo e igualitário não tem o apoio da grande mídia, que se esforça em banalizar e criminalizar atos que visam o crescimento de toda população e não só o crescimento dos grandes latifundiários. Mas a população vem se mostrando muito resistente as opressões e com muita garra vem conseguindo derrubar os obstáculos.
                A cada dia que passa nosso time aumenta mais, e juntos, vamos mostrar que o nosso Brasil tem um grande potencial para se tornar uma grande potência... Uma potência COMUNISTA.

 Por: Dário Rosalvo

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Participação do jovem no desenvolvimento do país


Não é novidade pra ninguém que a juventude é caracterizada por sua impulsividade e rebeldia consequente. Mas, nenhuma dessas características são atoa, muito pelo contrário, isso se deu pelos rumos que a juventude vem tomando.

Sempre fomos protagonistas das grandes conquistas que o Brasil teve, e muitas vezes não por apenas nos engajarmos em lutas já travadas, mas sim por travarmos importantes lutas para o país. Foi assim durante a ditadura militar, na redemocratização do Brasil, nas diretas já, dentre outras lutas.

O jovem tem um papel fundamental pra que o Brasil se desenvolva pelo simples fato de que ele será o adulto de amanhã. Hoje, dos 50 milhões de jovens brasileiros 46 % vivem na pobreza, fora os que vivem na extrema pobreza. O governo federal junto com vários governos estaduais vem se empenhando para que este quadro seja revertido, mas a juventude não pode esperar por melhores resultados de braços cruzados, devemos ir a luta, participando de audiências públicas, atos pela melhoria da educação, nos engajando em movimento estudantil lutando junto com a UNE (União Nacional dos Estudantes) e a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) por um país melhor e a serviço da juventude.
         
           A juventude do Brasil acabou com a ditadura militar, redemocratizou o país, conquistou o voto aos 16 anos, conseguiu o impeachment do Collor, conquistou o ENEM, PROUNI, REUNI, programas estes que já colocaram mais de 1 milhão de jovens nas universidades, e agora está prestes a conquistar 50% do fundo social do pré-sal e 10% do PIB (Produto Interno Bruto) pra educação. Juntos conquistaremos muito mais.

AVANTE JUVENTUDE!!!


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Téo continua e a sensação de impunidade persiste!

Há quem diga que o número 13 traz sorte, mas, há quem diga também que o número 13 traz azar. Ontem, dia 13/12/2011 podemos dizer que este número trouxe o que aos alagoanos?

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgou ontem o governador tucano Teotonio Vilela (PSDB) pelo recurso da coligação “Frente Popular por Alagoas” encabeçada pelo ex governador Ronaldo Lessa. Vilela vinha sendo acusado de “Abuso de poder político e econômico e compra indireta de voto”.

O jugamento mobilizou muitos alagoanos que movimentaram as redes sociais, pois, o mesmo foi transmitido em tempo real pela internet. O que pude perceber é que a maioria dos que estavam atentos ao jugamento pediam pela sua cassação, e isso é muito importante, pois, é prova de que os alagoanos já estão cansados das políticas neoliberais que estão sendo aplicadas em nosso estado. Infelizmente o relator, ministro Arnaldo Versiani, reconheceu que o governador infringiu o artigo 73, parágrafo 10 da Lei 9.504/97 (Lei das Eleições), ao distribuir benefícios em ano eleitoral, mas, mesmo assim isto não é CONSIDERADO grave o suficiente para influir no resultado do ultimo pleito para o governo do estado.

Sendo assim, foi reconhecida a prática do crime de abuso de poder e compra de votos. O TSE aplicou como pena a multa de 10 mil ao então governador Teotonio Vilela e outra de 5 mil à seu vice Thomaz Nonô.

É... pelo que podemos ver a supertição pôde-se cumprir das duas maneiras, enquanto trouxe sorte aos dois representantes do executivo de Alagoas, trouxe azar aos cerca de 3 milhões de habitantes que continuarão a ver seu estado retroceder em comparação ao crescimento dos outros estados do país. O que são 10 mil pra o governador? E 5 mil pra seu vice? Houve justiça nesse julgamento?


Por: Dário Rosalvo

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Teotonio Vilela pode ter seu mandato cassado!!!

O julgamento do governador de Alagoas, Teotônio Vilela (PSDB), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira (13) pode levar à cassação do tucano. Ele é acusado de usar um programa para distribuir cabras e ovelhas a famílias carentes do sertão do estado em troca de votos na eleição do ano passado, quando foi reeleito.


A ação foi proposta por seu adversário Ronaldo Lessa (PDT), derrotado em segundo turno pelo tucano. No TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Alagoas o atual governador foi absolvido, mas Lessa recorreu ao TSE e conta com um parecer favorável do Ministério Público Eleitoral --documento que serve para ajudar o magistrado a decidir.

A vice-procuradora-geral Eleitoral, Sandra Cureau, diz que a distribuição dos animais foi irregular e configura prática de abuso de poder político e econômico por Vilela.

Distribuição

De acordo com o parecer, apesar de a entrega das cabras e ovelhas ter sido iniciada no final de dezembro de 2009, quando 29 animais foram distribuídos, a grande maioria (cerca de 1.600) foi entregue entre agosto e setembro de 2010, no auge da campanha eleitoral.

No "Alagoas mais Ovinos", cada família recebe sete fêmeas. Um animal macho é cedido para procriar com as fêmeas de quatro beneficiários. Depois de cinco anos, as fêmeas e os machos têm de ser devolvidos ao governo. Os filhotes ficam com a família.

Defesa

Os advogados do governador negam que a campanha do tucano tenha se beneficiado irregularmente do programa de entrega de animais. Eles alegam que o "Alagoas mais Ovinos" é antigo, criado inclusive quando Ronaldo Lessa era o governador, mas que teve seu nome mudado em 2009.

Fonte: http://www.vermelho.org.br